contato@drakarulinecatein Home
Detalhe do Topo
Imagem Ressonância Magnética da Mama

Ressonância da Mama

Exames

Ressonância Magnética da Mama
A Ressonância Magnética da Mama (RM) combina campos magnéticos, ondas de rádio e sistemas de computador para obter imagens tridimensionais. Portanto, é um exame sem radiação ao contrario da mamografia. As principais situações onde a RM é indicada são:

  • Mulheres operadas de câncer de mama onde haja suspeita de recidiva;
  • Mulheres com mamas densas na mamografia, que tenham alto risco para desenvolver câncer de mama;
  • Avaliação de implante de silicone
Em alguns casos a RM pode ser usada para avaliar mulheres que serão operadas de câncer de mama, pacientes que farão quimioterapia antes do tratamento cirúrgico ou mulheres que tenham alterações na mamografia que possam ser avaliadas melhor com Ressonância Magnética da Mama (RM). A RM não substitui a mamografia. São exames muito diferentes. A Ressonância Magnética da Mama (RM) não pode dizer se a lesão é maligna ou não. Somente a biópsia pode definir isso.
Apesar da Ressonância Magnética da Mama (RM) ter com uma chance muito grande de identificar uma lesão, nem sempre é capaz de ajudar a definir a suspeição deste achado. Por isso, é um exame que deve ser utilizado em situações específicas que somente o médico que está atualizado com todas as informações da paciente deve julgar a necessidade deste exame.

- Imprescindível trazer todos os exames anteriores de mama que descrevem a alteração a ser marcada (mamografia, ultrassonografia, ressonância magnética e resultados de biópsias) – incluindo as imagens, as quais são muito importantes para a correlação.